fbpx

Covid-19: 92,2% dos óbitos foram de pessoas não imunizadas

Home/Notícias da Cidade/Covid-19: 92,2% dos óbitos foram de pessoas não imunizadas

Covid-19: 92,2% dos óbitos foram de pessoas não imunizadas

 

Dos 10.969 óbitos de covid-19 registrados no Distrito Federal, 92,2% dos casos envolveram pessoas que não haviam completado o esquema vacinal contra a doença. É o que mostra um levantamento da Secretaria de Saúde. “Mais uma vez, é um chamado, é uma prova material da importância de se vacinarem, de terem o esquema completo de vacinação”, afirmou o secretário-adjunto de Assistência à Saúde, Fernando Erick Damasceno.

De acordo com os dados, até 16 de novembro foram 10.969 óbitos de covid-19 no DF. Desses, 858 envolveram pessoas com 14 dias ou mais de intervalo entre a segunda dose (ou dose única) e a data do óbito. “A vacinação mostrou-se eficiente para os casos graves em todos os sentidos, seja qual for o laboratório fabricante da vacina. E é imprescindível que a população venha se vacinar, assim como a atualização dos cartões de vacina e o acompanhamento das datas para a proteção da sociedade”, disse o gestor, que é médico de família e de comunidade.

A Secretaria de Saúde também elaborou um gráfico que mostra a queda do número de casos (linha azul), de internações em leitos de UTI (linha roxa) e de óbitos (linha vermelha) em paralelo com o avanço da vacinação em primeira dose (linha verde) e segunda dose ou dose única (linha preta). Os dados mostram, por exemplo, a elevada subida do índice de vacinação entre os meses de julho e setembro e a redução da ocupação dos leitos de UTI e de óbitos a partir de outubro.

Em 6 de abril, por exemplo, a média diária de óbitos chegou a 89 e havia 400 leitos de UTI ocupados, enquanto 10,41% da população havia recebido a primeira dose e 2,96%, a segunda ou a dose de reforço. Em 10 de novembro, a média de óbitos ficou em 5, enquanto 35 leitos de UTI estavam ocupados. Nesta data, o DF chegou a 74,17% da população com a primeira dose e 58,69% com a imunização completa, além de já ter sido iniciada a aplicação da dose adicional nos imunossuprimidos e da dose de reforço nos idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde.

“É lógico que temos variáveis que também precisam ser consideradas, como a sazonalidade e as variantes, mas, sem sombra de dúvidas, nós temos a imunização da população como principal fator. É mais uma prova, e agora uma prova gráfica, para mostrar com números, com dados, com informações de qualidade, o quanto é importante a gente se vacinar e quanto está sendo um ato de contenção da pandemia no Brasil e, aqui em destaque, no Distrito Federal”, finalizou Fernando Erick Damasceno.

 

Informações da Agência Brasília*

 

Faz o seguinte, nos acompanhe nas nossas redes sociais. Dessa forma você fica sabendo primeiro DFÁguasClaras

Participe do Canal DFÁguasClaras de notícias e bastidores no TELEGRAM – https://t.me/dfaguasclaras
Além disso, para participar do nosso grupo de Whatsapp DFÁguasClaras, envie seu número para dfaguasclaras@gmail.com
(Somente assuntos de Águas Claras).
Grupo DFÁguasClaras no Telegram (Capacidade de 100 mil membros): Envie email solicitando o ingresso dfaguasclaras@gmail.com
DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui!
No twitter siga: @DFAguasClaras
Facebook: www.facebook.com/dfaguasclaras
Youtube: www.youtube.com/dfaguasclaras

Você pode assinar o nosso PODCAST nas principais plataformas de áudio!

Spotify: https://open.spotify.com/show/2nS3gHAS4NacTdNbulW9bv?si=HePXG9zBToWZyZgWeP03fA

Podcast ITunes: https://podcasts.apple.com/br/podcast/df-aguas-claras/id1499932772

Google Podcast: https://podcasts.google.com/?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy9kYmI3ODhjL3BvZGNhc3QvcnNz

Todo projeto do DFÁguasClaras foi pensado de forma compartilhada e comunitária, por isso hoje carregamos a responsabilidade e o orgulho de ajudar Águas Claras a ser uma cidade melhor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.